Pular para a barra de ferramentas
AnimesAnimes|ReviewsOne Piece

REVIEW: One Piece 1×14 – O Retorno de Luffy! A Vida de Kaya e o Combate Final! (2000)

Sinopse

Capitão Kuro aparece em cena. Zoro está muito machucado, Luffy incapacitado, Nami e Usopp são fracos para lidar com o Kuro, fazendo as coisas parecerem sem esperança. Entretanto Kaya aparece para barganhar com Kuro.

Você pode ler o Review abaixo ou ver no YouTube.


Review

Este episódio começa com a chegada de Klahadore vulgo Capitão Kuro na encosta e estando muito zangado por seu plano não estar saindo conforme o planejado. Jango e o resto dos piratas do Gato Preto ficam aterrorizados com ele, incluindo Sham e Buchi, os Irmãos Nyaban. Ele não pode acreditar que sua ex-tripulação foi derrotada por um bando de “crianças”. Ele pede uma explicação a Jango, aonde ele lembra à Kuro que ele disse que Usopp não causaria problemas, que não deixa de ser verdade. Kuro disse que sabia que Usopp tentaria, mas não acreditava que a antiga tripulação dele estava tão fraca.


Essa observação deixou Sham e Buchi muito zangados. Eles falam a Kuro que são assassinos fortes e já derrotaram várias tripulações de piratas durante o tempo que Kuro vivia uma boa vida como mordomo. Eles falam que ele que deve ter ficado fraco e assim vão direto pra ele, na esperança de matá-lo. Jango tenta avisá-los de não irem, mas não adianta. Antes que eles pudessem lhe dar um golpe, Capitão Kuro desaparece repentinamente na frente deles e reaparece atrás deles, com as luvas de Garras de Gato nas mãos, que surpreendeu até Zoro com sua grande velocidade. Eles tentaram atacá-lo novamente, mas ele desapareceu mais uma vez, onde Jango reconhece esse movimento como a técnica Nuki Ashi (o Passo Furtivo), o ataque da marca registrada de Kuro que ao meu ver me lembrou muito de Yoruichi de Bleach.


Até Nami fica impressionada com isso, já que os Irmãos Nyaban quase derrotaram Zoro, e essa técnica silenciosa é tão poderosa, que nem mesmo um grupo de 50 assassinos conseguiria deter Kuro, menciona Jango. O que fica a explicação já implícita do por que Kuro levantava os óculos de maneira diferente que era para evitar ser cortado por suas Luvas de garras de gato, nada mais que um costume antigo da época de pirata, porém não explica porque suas mãos e pés são tão grandes.


Em seguida Kuro dá a sua antiga tripulação apenas 5 minutos para matar Zoro e companhia, caso contrário, ele matará todos eles. Então Sham e Buchi correm para matar Zoro de uma vez, porém Nami chuta as duas espadas pra Zoro. Dando ao espadachim a chance dele derrotar os Irmãos Nyaban usando uma técnica chamada “Armadilha de Tigre”.

Kuro fica contando os minutos que vão se passando e Zoro diz a ele, que ele será derrotado em menos de 5 minutos, porém Buchi ainda está consciente e implora a Jango que o hipnotize, para que ele se torne forte o suficiente para derrotar Zoro. Assim, Buchi se torna mais forte e mais selvagem do que antes, o que faz Zoro ficar surpreso.

Enquanto isso, Nami acorda Luffy, quando pressiona o pé na cabeça dele, porém quando Nami pisa no rosto de Luffy, suas botas têm salto alto, mas em outro ângulo de câmera mostrado antes, os saltos são muito mais baixos pra isso. Luffy acordou bem a tempo de impedir que o pêndulo de Jango matasse Nami, porém no susto Luffy quebra o pêndulo com os dentes, embora isso o machucasse um pouco, o que foi uma surpresa é a força que ele possui nos dentes também.


Luffy percebe o ferimento de Nami e ela pede que Luffy lute pela vila e pelos tesouros dela, basicamente ela sendo ela mesma nesse momento, porém essa indiferença dela seja pra ela não demonstrar que se importa com seus companheiros, provavelmente. E nessa hora vemos que os Piratas do Gato Preto sabem que é impossível derrotar Luffy e Zoro em menos de 5 minutos, pois eles são muito fortes. Os piratas fogem de Luffy, assustados por suas vidas. Enquanto Buchi vai lutar contra Zoro, Jango decide lidar com Luffy. Enquanto isso Kuro fica surpreso que Luffy tenha sobrevivido à queda do penhasco, já que aquela queda o teria matado.
Mas aí termina os 5 minutos e Kuro, mas Kaya surpreende Kuro e é salva antes por Usopp antes quele a cortasse. Ela então fala pra Kuro para ele parar e que ele pode pegar sua fortuna e deixar a vila, porém ele diz a Kaya que ele quer mais do que a fortuna dela. Ele quer paz, que apesar do pedido dela, os Piratas do Gato Preto ainda atacarão a vila e a matarão. Ela então pega uma arma do casaco e aponta para Kuro. Ela ameaça matá-lo se Kuro e os piratas não deixarem a ilha. Só que Kuro usa os sentimentos dela dos últimos anos em que ambos passaram juntos, para que ela baixasse a guarda, onde ele tira a arma dela e a joga no chão. Onde ele fala que os últimos 3 anos com ela foi um grande insulto ao seu orgulho como pirata. 
Usopp pega a arma rapidamente e tenta atirar em Kuro, mas Kuro usa seu “Passo Furtivo” para desviar e reaparecer atrás dele com suas luvas de Garras de Gato. Kuro diz que vai matá-lo pra fazê-lo pagar pelo soco de antes, mas numa agradável surpresa ele é interrompido por Luffy, que lhe deu um Soco a distância, dizendo que vai dar mais uns cem, já que ele não gosta, essa cena foi muito gratificante.

Este episódio adaptou os capítulos 33 e 34 do mangá, existe algumas diferenças entre as duas obras, na hora que Kuro pega os Irmãos Nyaban no mangá ele chega apertar suas garras no pescoço deles, e eles gritam, porém no anime isso é cortado, talvez tenha sido censurada devida a violência da cena. E também quando Buchi pede para ser hipnotizado, na cena seguinte no mangá ele já aparece hipnotizado, já no anime mostra ele sendo hipnotizado, o que basicamente arrumando uma falha do mangá no anime. Também no anime, Luffy pega o pêndulo de Jango com os dentes, mas no mangá ele é golpeado na parte de trás da cabeça, onde é muito mais impactante, já que o pêndulo fica cravado na sua nuca, o que para mim fez muito mais sentido no anime. E também a cena que Kuro ataca Kaya não existe, ela aparece gritando no mangá para ele parar seus ataques e ao mesmo tempo quando Kaya puxa a arma no mangá, ela larga a arma por não conseguir atirar e Usopp aproveita para dar um soco no Kuro, já no anime é diferente Kuro pega a arma das mãos dela e atira no chão e Usopp pega a arma e tenta atirar, ao meu ver ficaria mais interessante como foi no mangá do que foi feito no anime. 

O destaque desse episódio vai pra Nami, pois sem ela dar as espadas para Zoro e ter acordado Luff, Zoro provavelmente teria sido derrotado e Usopp teria morrido se Luff não tivesse sido acordada pela Nami. Outra questão a se analisar é que este foi um dos primeiros episódios, onde não teve tanto humor como de costume, o que é de estranhar um pouco, o episódio foi lento mas consistente e a conclusão foi muito boa.

Analisando ao todo este episódio foi muito bom, digo isso devido a várias reviravoltas do episódio como os piratas tentarem ir contra o Capitão Kuro, como a Kaya aparecendo e Usopp tentando matar ele. Foram várias emoções se formando, e com certeza no próximo episódio veremos uma combate muito intenso entre Luffy e Capitão Kuro.

Classificação Final

Nota do Crítico

4/5

Episódio muito bom.

User Rating: Be the first one !
Mostrar mais

Victor Damião

SEO do Site "Compêndio Nerd", Fundador da "DC Wiki BR" e colecionador de Quadrinhos da DC Comics.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo